01 abril, 2013

Renata Martins

Sobre a autora:

"Brasileira, Casada, Mãe de uma filha linda que amo mais que tudo, Estudei Letras na UFRJ, mas não terminei, já que engravidei e resolvi me dedicar inteiramente a minha filha. Com o tempo o desejo de realização profissional, gritou dentro de mim. Mas não queria um emprego que me deixasse fora de casa e horas no trânsito, tendo assim que deixar a Educação de minha filha nas mãos de outra pessoa. Quando de repente voltei a escrever. E percebi que agora sim poderia conciliar a realização profissional e continuar exercendo minha principal função, ser MÃE. Unindo ainda, a maravilhosa graça de escrever sobre o que Deus tem feito em minha vida e de minha família. E inciando um novo projeto, fazendo palestras em Escolas e Igrejas.
Não costumo falar muito de mim, o que soa um pouco irônico, já que meu primeiro livro ADOLESCENTE - ALGUÉM TE ENTENDE - fale muito a meu respeito (risos).
Desde muito pequena amo a leitura. Com o tempo fui me apaixonando pela escrita... e por ser muito tímida, escrever era a melhor forma de demonstrar meus sentimentos.
Escrevia muitas poesias, principalmente quando estava triste (é impressionante como as "dores" de amor me inspiravam rsrsrsrs). E então eram poesias e poesias de amor, amizade, solidão, umas tristes, outras alegres... e por ai vai. Sem contar as cartas que eram quase que, um livro (sinto pena de quem as lia, pois perdiam horas rsrsrsrs). Mas que época maravilhosa que é a Adolescência!!! Tudo é tão mágico, tudo é um sonho, e alguns sonhos realmente se transformam em realidade.
E então, hoje, aos exatos 30 anos (acho que a idade não poderia ser melhor) - me realizei. Publiquei o primeiro "filho-livro" de muitos que ainda virão, já que mãe mesmo, só sou de uma única e bela filha, o meu maior presente de Deus - Nicolle.
Não consigo nem descrever a emoção que senti, quando vi, cada caixa de livros, chegando em minha casa... a sensação de realização é fora do normal, o lançamento então, foi maravilhoso (tirando a ansiedade que me fez querer sair correndo dali algumas vezes). No final tudo deu certo.
Ainda acho engraçado quando me chamam de Escritora, afinal estou apenas começando, e não consigo nem  me comparar com os autores que estão no mercado. Mas estou buscando esse crescimento, e assim, se Deus permitir, quem sabe virarei uma grande escritora?"


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por visitar o blog! Deixe seu comentário, saiba que sua opinião é muito importante para nós!!!